Sem Tabus

Quando eu me revelo virtualmente

Não é de hoje que as pessoas se entregam sentimentalmente pelos meios virtuais. Os papos, na internet, despertam paixões e suscitam quaisquer tipos de sentimentos nos envolvidos. Há total informalidade e intimidade em cada palavra trocada e no passo a passo compartilhado por meio de fotos. Assim, mesmo sem conhecer pessoalmente, o outro sabe tudo sobre você – até mesmo quais pintinhas você tem no corpo. As pessoas passam a confiar e entregam todo  o seu cotidiano, angústias, traumas e frustrações, além de um amor que chega ao patamar de ser considerado sem limites.

Pessoalmente, olho nos olhos, essa tarefa não é tão fácil, não é? Claro que não. O próprio ato de falar ao telefone já é mais inibidor do que enviar um áudio pelo Whatsapp. Com isso, as pessoas se acomodam e se entregam virtualmente. Quando rola o encontro, nada há mais que se esperar do outro… somente uma beleza exterior, antes pintada pelas fotografias. Encontrar a pessoa pessoalmente é medir tudo o que antes era visto mais pela imaginação. Em outras palavras, não é tarefa fácil. E, por isso, os encontros reais possuem chances de durarem menos do que os virtuais. Nesse contexto, há uma comodidade e satisfação maior em se permitir pela internet em detrimento do ao vivo e a cores.

Os resultados de tudo isso estão no fato das pessoas estarem muito afastadas e, consequentemente, mais frias emocionalmente – em contatos diretos. Lê-se mais “eu te amo” e “saudades”, porém, tais palavras parecem ter perdido seu valor literal e histórias são ditas por aí contrariando a veracidade das expressões ditas e repetidas em palavras mal pensadas. A imagem deste texto foi retirada de um Tumblr. Quem souber de quem é, me avisa que vou amar saber. Diante da discussão, quem nunca se envolveu por alguém pela internet? Eu já.  Se quiser contar a sua história pra gente, fique a vontade que iremos adorar!

Jornalista. Baiana. Leonina. Feminista preta. Apaixonada por tudo o que diz respeito a sexo e sexualidade. Palavras e fotografias são suas taras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.