HomeArtigo criado porLu Rosário

Trocou a bola da vez pelos anos dourados

Em sentidos, força e ambiguidades

 

Pensou em investir toda sua sorte

em pequenos furos de sacanagem

Foi recolocado em gostos, cheiros e tato

por carne forte e lívida

 

E nesse êxtase intenso

expôs sua identidade por meio da sexualidade

permitindo um conhecimento mútuo

em confissões e gorjeios

No dia 19 de junho, foi lançado um vídeo que deu o que falar nas redes sociais. O youtuber Driuzão e a blogueira Lorena Dias, do blog Só Lorota, gravaram uma paródia da música de Anitta. Nesta, eles abordam o cabelo como aquele que precisaria ser cortado para que o protagonista pudesse sair com a pretendente. Entretanto, o modo como se deu a abordagem na letra da canção deixou muitos indignados, principalmente aqueles de cabelo crespo – tais como o do youtuber em questão. Desse modo, o movimento Encrespa Conquista manifestou-se com uma nota de repúdio e a blogueira se retratou em seu canal de maior divulgação, o Instagram.

A não aceitação em relação ao vídeo começa em seus primeiros minutos, quando a blogueira é convidada para sair e, com uma expressão bem marcada, nega o convite por causa do cabelo dele. Assim as falas se configuram: – Nós vamos sair hoje, né?/– O quê? Você com esse cabelo? Não mesmo. Deus me livre!. Ao observar esse diálogo, concluímos de imediato que o cabelo crespo não lhe é aceito. A expressão de nojo deixa dito que aquele cabelo não é apropriado e vai além de uma simples questão deste estar grande ou não.

Em sua retratação, a blogueira diz ter gravado sua parte do vídeo sem saber o que viria a seguir, mas eu lhe pergunto: Independente do que seria o vídeo em sua completude, você gravaria tal fala? A minha resposta seria não, visto que somente ela já estaria vestida de preconceitos. Logo, quaisquer coisas que ela venha a falar para se justificar não lhe tirariam a culpa. Entretanto, apesar de tudo, o seu ato de se retratar aliviou a culpa até porque ela é uma figura pública e não pode sustentar tais discursos.

Mais adiante, Driuzão segue cantando Deixei os meus cabelos crescer/Quero aparar, só que é de vez em quando/Um mendigo posso até parecer/A minha conta bancária mostra que sou mesmo. Neste ponto, a gente pensa: Cabelo grande dá um aspecto de sujo? Ou seria um cabelo crespo? A sociedade diz que o crespo possui um aspecto de sujo, de duro, de impermeável. A gente cresce ouvindo os pais nos falarem que é preciso alisá-los para obter uma aparência melhor. A gente, portanto, vive uma pressão para sermos o que não somos e isso faz com que, ao nos autoaceitarmos, queiramos romper esse discurso em qualquer instância. Retificá-lo não pode ser piada, nunca. Antes de continuar, vamos assistir o vídeo!

 

 

Adiante, a letra da paródia diz Tu tem medo dos cabelo/Daqui de cima ser igual os de lá debaixo. Ao comparar o receio dos cabelos serem iguais aos pelos pubianos mostra o quanto o preconceito está presente. Na descrição do vídeo, é dito ter sido feita uma comédia sem maldade. Acredito nisso, mas questiono: Comédias devem ser feitas em cima de algo que machuca tanto as pessoas? Devemos rir daquilo que reprime tantas mulheres?

Em sua nota de repúdio, o Encrespa Conquista afirma: Não estamos aqui debatendo apenas questões relacionadas à aceitação do cabelo, mas de bem estar pessoal, não se trata de “frescura” se trata de realidade, e da forma que isso é passado. A partir do momento em que alguém se expõe completamente nas redes, ela dá o direito ao outro de se posicionar sobre, e demonstrar orgulho ou desgosto, e cabe a quem veiculou tal material ter a decência de saber e entender se que é dito fere o outro de alguma maneira e a quantidade de pessoas que vieram até nós falar sobre isso, foi esmagadora. O Pudor Nenhum, é claro, compartilha. 

O riso deve ser proposto de forma saudável e não sobre algo que oprime as pessoas. Fazer comédia dessa forma é uma falta de bom senso. Além do mais, as críticas não foram respondidas de forma educada. O próprio youtuber respondeu a todos com grosseria e permaneceu em sua insensibilidade de tentar entender o que queríamos falar ao negar seu vídeo.

A sua audiência aumentou após toda a discussão a respeito. No entanto, ficou uma sombra negativa sobre o seu trabalho. A função do Encrespa Conquista, do Pudor Nenhum e de outros movimentos que visam a igualdade é justamente impedir que mais gente se sinta à margem. Queremos mais atos de amor, mais sorrisos saudáveis e mais respeito.

As pessoas têm mania de achar que sexo tem prazo de validade e, assim, ignoram a sexualidade na velhice. Esta parece não ter mais beleza e sua concretude se dá no fato de amar os netos incondicionalmente, de ter que fazer crochê, cuidar dos gatos ou voltar a ser criança devido aos problemas de saúde que venham a surgir. Envelhecer é, então, um fim quando o assunto é se amar intimamente.

Uma forma encontrada para desconstruir esse pensamento e romper tabus foi o trabalho realizado pela fotógrafa holandesa Marrie Bot. Ela criou uma série que apresenta a velhice por meio do erotismo. A princípio, as fotos causam um espanto justamente porque as pessoas não estão acostumadas a lidar com isso. O ensaio chama-se “Geliefden – Timeless Love” e foi realizado em 2004. Provavelmente você já deve ter visto uma das suas fotos pela internet, afinal, elas ganharam o mundo.

 

 

Não consegui trazer as fotos com uma qualidade melhor, mas o que vemos delas já deixa perceptível a beleza dos casais que, em plena idade, apresentam sensualidade, amor e erotismo em seus corpos e atos. Espero que esse ensaio seja um motivo a mais para mudarmos o nosso olhar. A velhice é uma fase linda que precisa ser vista como qualquer outra. Rica em experiências, ela não perde a sua majestade. Idosos fazem sexo, sim. Quando homossexuais, permanecem com sua orientação sexual e por aí vai. Não devemos nunca ignorá-los nesse sentido e lembremos: a idade chega para todos e um dia seremos nós a estarmos assim – com as marcas da idade e com todo fulgor.

Foi na última sexta-feira, 7, que, enfim, eu me tornei jornalista. Estudante na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Uesb, já havia cursado Letras Vernáculas e, posteriormente, Especialização em Alfabetização e Anos Iniciais do Ensino Fundamental – apesar de inconcluso. Com toda essa bagagem, minha segunda graduação fez com que os anos de faculdade se tornassem 11 longos anos.

No curso de Letras, fui poesia da cabeça aos pés. Em minhas angústias, eu me sentia abrigada. Em minhas lutas, apoiada. Fui enérgica do início ao fim. Bolsista de extensão ou de Iniciação Científica, eu sempre estava dentro da universidade vivenciando ela de todas as formas. Ajudei a reerguer o Centro Acadêmico, levei os estudantes aos encontros de estudantes em outras universidades, realizei um grande evento na própria Uesb. Movimentei uma legião de colegas em prol da socialização e do aprendizado. Em Letras, eu vivi tudo o que tinha para viver. Assim, impossível não ser rima. Além do mais, fiz os melhores amigos do mundo.

Na especialização foi aquela coisa de estar cursando por falta de opção e, mesmo tendo aptidão, faltou-me amor. No momento do TCC, tudo era mais interessante do que escrever e analisar dados. Trabalhar com os pequenos nunca foi o meu forte. Isso já era sabido nos tempos de Letras, em que eu sempre preferia as turmas mais avançadas para estagiar. Encontrava-me mais à vontade diante deles.

Logo após, Jornalismo. Adentrei neste mundo que já me era querido antes mesmo de cursar Letras. O curso de Letras caiu de paraquedas, após algumas investidas mal sucedidas para cursar jornalismo. Apesar de feliz com o diploma em mãos, não adiantava dizer: Você já é formada, basta fazer uma pós em jornalismo. Eu não queria pós, eu queria o curso todinho pra mim e, assim, foi.

Não foram 4 anos de curso como eu desejava, mas 5 longos anos. Não vivi na universidade, não contribuí com nada nem fiz tantas amizades, apesar de ter feito grandes e queridos amigos. Fui em alguns encontros, socializei neles e descobri uma legião de pessoas maravilhosas com a mesma vontade que eu: destacar-se nos meios comunicacionais. Percebi que liberdade é a coisa mais linda e que eu realmente poderia vivê-la. Assim, comecei a entrar no meio publicitário, a descobrir os programas de edição de imagens, a fazer o Pudor Nenhum ser força.

O curso de Jornalismo me fortaleceu. Eu concluí que realmente nasci para isso e que não somente a escrita faz de mim ser quem sou, mas eu também posso ser boa em rádio e frente às câmeras. Eu descobri que redes sociais pode ser um barato e que imagem conta muito. Inclusive, o término do curso de jornalismo deixou isso ainda mais claro: é preciso investir em mim mesma e me ter como prioridade. Mais do que isso, é preciso correr atrás e acreditar porque o caminho sou eu quem faço e, inclusive, já comecei a trilhá-lo.

Após tanta luta, estou graduada naquilo que é super a minha cara. Mostrei, para mim mesma, que não desisto fácil e que corro atrás do que quero. Agora, sim, posso encher a boca e dizer: Sou jornalista. Posso seguir nesta estrada junto com o que nos constitui: sexualidade. Juntos, vamos ser muito mais. Minha meta após tantas conquistas é viver exclusivamente de sexo e sexualidade em suas diversas nuances: palestras, consultorias, vendas de produtos eróticos (por que não?), projetos e por aí vai.

O Pudor Nenhum foi o nó que me ligou nestes 11 anos de estudos e é ele quem me fará continuar estudando o resto da vida. Que minhas metas sejam alcançadas e juntos façamos a diferença. Ser despudorado, sem dúvidas, é vida!

 

Uma boa massagem existe não é de hoje. Sempre houve quem nos pegasse em qualquer lugar do corpo e nos massageasse com carinho, tanto para aliviar as tensões quando para dar amor. A massagem é uma das mais antigas modalidades de ação terapêutica e data de 3 mil anos antes de Cristo e o seu nome origina-se do ato de amassar ou pressionar. Desse modo, a massagem são as manobras que realizamos com as mãos ou com a ajuda de aparelhos específicos a fim de proporcionar benefícios ao corpo.

Os benefícios envolvem a melhoria da circulação sanguínea, o aumento da oxigenação tecidual e do aporte de nutrientes na circulação sanguínea, afirmou a esteticista Juliana Castro. Quando falamos sobre os benefícios, também podemos acrescentar seus efeitos mecânicos, fisiológicos e psicológicos. É por isso que, em tempos de crise e de aumento no número de pessoas com estresse, a massagem tem sido tão procurada – principalmente a massagem relaxante.

Com toda uma sociedade cada vez mais acelerada, os profissionais de massagem têm emergido e mudado, também, os tabus acerca do assunto – que a atribuía às casas de massagens onde garotas dispostas ao sexo pago trabalham. Os massagistas estão ocupando os mais variados espaços: salões de beleza, clínicas, empresas multinacionais, beiras de praia, eventos e por aí vai.

De acordo com o site Bergovist, pesquisas apontam que 20% da população mundial se trata com terapias holísticas e a maior delas é a massagem. Ao fazer uma projeção deste índice, o site revela que é possível chegar a 30 milhões (ou mais!) de potenciais clientes no Brasil.

 

Para complementar todo o poder relaxante da massagem, temos a massagem relaxante com velas. Ela é menos vigorosa e mais delícia. Muita gente tem receio da vela sobre o corpo, mas a vela em questão não é composta de parafina, mas de óleos essenciais aromatizados. Além de aliviar as tensões, ela hidrata a pele por até 15 dias, previne estrias e combate o ressecamento e a flacidez da pele.

Não é só isso, as massagens trazem inúmeros outros benefícios decorrentes dos abordados. Para saber sobre isso, eu fiz o Curso de Massagem Relaxante e Massagem com velas quentes na Visage, uma unidade de formação estética localizada em Vitória da Conquista – Bahia. Foi um dia intensivo de curso com a massagista citada aqui, Juliana Castro. Tanto ela quanto a profissional Camila Gobira dão uma super aula que a gente sai de lá com as mãos afiadas. Além de um espaço propício, a aula foi divertida, produtiva e inspiradora. Não é me gabando não, mas só tenho recebido elogios nas massagens que faço.

Além de ganhar um dinheirinho, a massagem relaxante com velas permite uma noite especial com o parceiro(a). Assim, você quebra a rotina e faz feliz a quem se ama. As velas apropriadas para tal também são encontradas em sex shops e podem ser compradas conforme o sabor. Isso mesmo, há velas comestíveis para que a relação se aqueça ainda mais.

Diante de tudo o que disse, super indico receber massagens ou fazer um curso. Para quem for da região sudoeste da Bahia, vai ter direito a 20% de desconto no curso caso queira se matricular na Visage. Pensa aí! Um descontaço! Basta salvar o cupom abaixo ou dar um print e apresentar no momento da matrícula. O próximo curso será agora em julho, mas as matrículas já estão sendo realizadas. Espero que mais gente no mundo saiba a delícia que é uma boa massagem porque eu não rejeito uma! Aiai.

 

Sabe quando a gente é presenteada com um monte de produtos deliciosos? Mas não são deliciosos de se comer com a boca, mas de se saborear com os olhos e todos os outros sentidos, sozinha ou acompanhada. A Adult Toys me enviou uma caixa maravilhosa e eu, é claro, não poderia deixar de compartilhar com vocês.

Para quem não conhece a marca, a Adult Toys foi criada em 2005 por dois irmãos que resolveram investir neste mercado em ascensão. Com produtos dentro dos padrões de qualidade e normas exigidas no mercado nacional e internacional, a Adult Toys sempre busca inovar e oferecer um suporte mercadológico àqueles que buscam empreender no ramo.

Quem acompanha o canal do Pudor Nenhum no You Tube, já teve uma amostra dos produtos que recebi. Porém, vou apresentá-los mais uma vez por meio da escrita e focando em alguns outros detalhes. Primeiramente, fora temer. Brincadeirinha. Primeiramente, vamos falar sobre os itens de renda: a sandália romana e a máscara.

 

A sandália romana é toda de renda e fica um charme no pé. Com ela, você compõe o look que lhe será todo de sensualidade. Assim, você se veste inteiramente de provocação – da cabeça aos pés – literalmente, pois, junto com a sandália, você pode usar uma máscara de renda da mesma cor que fica linda e dá aquele tom misterioso ao momento.

 

Esta sandália pode ser usada de várias formas, tanto descalça quanto com sapatilha, rasteirinha ou salto alto. É, inclusive, uma peça única exclusiva da Adult Toys. Em renda com tule bordado, além de uma fitinha de amarrar ao tornozelo em cetim e de um ajuste de fixação para a sola dos pés, você ajusta no pé e fica mais completa para arrasar. A máscara, você já sabe: põe no rosto e mostra quem manda!

Agora vamos para as fantasias. Eu recebi duas fantasias bafônicas: coelhinha e pantera. Uau! Elas são vendidas em tamanho único, que veste do 36 ao 42. Apesar desta numeração, a Adult Toys também trabalha com tamanho plus size, então não precisa se preocupar se você tiver excesso de gostosura.

Esta fantasia é a de coelhinha. Ela vem com uma calcinha em pelúcia com acabamento em elástico de amarrar nas laterais, rabinho em pelúcia no verso, sutiã em pelúcia de amarrar e arco revestido em pelúcia com orelhinhas. Um charme, um amor. Dá até pra fazer aquela encenaçãozinha antes de a coisa pegar fogo!

 

Já a fantasia de pantera (no vídeo, eu falei tigreza – disfarça!) é mais desafiadora. Ela expõe mais, mostra o seu lado voluptuoso de cara, sem muitos rodeios. Para usá-la, você já precisa estar no ponto para o que der e vier. Ela é composta por: mini saia em cetim com calcinha de amarrar e rabinho, perneira em elástico rendado preto com laço de cetim, sutiã de amarrar em organza preto e arco revestido em cetim com orelhinhas. Em outras palavras, basta vestir e partir pro ataque.

 

Só que quem disse que, vestida assim, você vai partir para o ataque sem armas na mão? Nada disso. Não é à toa que recebi um kit bondage com amarras e venda em pelúcia. Este é de tigreza, viu? A Adult Toys trabalha com a linha de acessórios sado e fetiche para nos ajudar a soltar a imaginação. Este kit que recebi possui um par de algemas e um par de tornozeleiras, ambos de pelúcia e com cordão longo para amarração, além da venda para os olhos. Dá para encher o momento ainda com mais tesão.

 

Se a intenção não for prender o parceiro ou parceira, mas dar uma surra de prazer utilizando outras armas, também recebi um Kit Tiazinha, formado por máscara e chicote, cujo comprimento aproximado é de 40 cm. Os materiais utilizados são courvin e bidim, ou seja, respectivamente, um produto similar ao couro de alta qualidade e uma manta, que não é tecido e que não se desfaz com o tempo. Vale a pena investir!

 

Produzido com o mesmo material citado acima, o courvin, a cinta é uma opção para mulheres descoladas usarem com seus parceiros ou para mulheres usarem entre si. Esta é uma cinta regulável com 3,5 cm de diâmetro, ou seja, você deve adquirir uma prótese com esta largura para que fique perfeitamente inserida na cinta. Ao vesti-la, você é capaz de proporcionar muitos prazeres ao outro. Hummmm!

 

Nesta cinta, eu coloquei uma prótese, também da Adult Toys. Esta possui 16 x 3,9cm e, por isso, ficou um pouco apertadinha, mas – ainda assim – coube perfeitamente na cinta. Ela faz parte da linha de próteses Cyber Touch cuja composição é o cyber skin, um material que se assemelha ao toque de pele humana. Sendo assim, é uma prótese de toque super macio e de textura gostosa, além de ser atóxica, isenta de ftalato e levemente aromatizada. Essa minha é de tutti-frutti, mas existem os aroma de chocolate e sem aroma. As cores também podem ser escolhidas, entre elas temos a cor chocolate e o preto. A minha é cor da pele – adoooro!

Uma coisa que chama a atenção nesta prótese é que ela é vertebrada. Quando a gente pega, sente como se fosse de verdade porque ela possui uma vértebra interna. Ao apertar, é incrível como você sente o danado como se fosse o próprio. Dá pra brincar muito e nem sentir lá essas faltas do de carne e osso.

 

Além dessa prótese do poder, recebi esta próxima que possui um vibrador interno e que faz parte da linha de próteses realísticas Soft Touch. Fabricada em matéria-prima nobre, tem um toque macio e uma ótima textura, é atóxica e livre de ftalato. Esta possui 17 x 4cm, é cor da pele e tem o aroma de tutti-frutti. Porém, você poderia escolher os aromas de talco, morango, uva e chocolate ou, simplesmente, escolher sem aroma. Já as cores disponíveis são muitas, tem chocolate, azul, lilás, vermelho, rosa, cristal e preto.

 

Pelo fato dele vir com vibrador, são necessários alguns cuidados para o seu uso e manutenção. A própria embalagem traz o modo de se colocar as pilhas adequadamente para que a conservação do produto seja realizada. Além do mais, veja, na imagem a seguir, a tampinha azul escrita MIN e MAX. Pois é, você controla a velocidade do vibrador dessa forma e ele é resistente à prova d’água. Tuuuudo de bom!

Para colocar as pilhas, eu sofri até pegar o jeito porque ela é realmente bem segura por ser à prova d’água – uma característica que leva pontos ao seu favor porque permite inovar ainda mais na hora de se dar prazer. Todo o manual sobre como abrir e colocar as pilhas está na embalagem do produto.

 

Agora abram alas que ela chegou, a prótese mais fodástica de todos. Digo isso porque esta é inovadora e eu vou dizer porque: a prótese a seguir é o Soft Touch Ejaculator que vem com ventosa para ser afixado em superfícies lisas, como paredes azulejadas, ampliando os modos de uso. Você está no banheiro e quer fazer uma coisinha? Prende ele na parede e manda ver!

Esta prótese, como você já deve ter percebido pelo nome, ejacula. Isso mesmo: ejacula! Ela vem com um reservatório que deve ser preenchido com um líquido da sua preferência. Após isso, com o movimento adequado, ela solta o jato para saciar o seu prazer. A ventosa, inclusive, auxilia no movimento de sucção do líquido, que pode ser água, lubrificante, leite condensado, um drink. Você quem escolhe!

Esta piroca fake master possui as cores chocolate, azul, lilás, vermelho, rosa, cristal, preto e cor da pele. Os aromas são os mesmos da prótese com vibrador.

 

O importante é que todos os vibradores vem com a sex bag, uma sacola protetora própria para armazenar e conservar o produto. Ela é pretinha e discreta para ser guardada onde você quiser. As próteses também vem embaladas à vácuo. Antes mesmo de ir para o blister, ele é higienizado e lacrado à vacuo. Isso garante mais segurança. Além disso, é possível baixar um aplicativo e, por meio da leitura pelo QR Code, você pode assistir vídeos com dicas de uso do vibrador interno  e sobre a prótese vertebrada flex. Essa assistência é maravilhosa, principalmente para quem está obtendo tais produtos pela primeira vez.

Para encerrar essa publicação-sucesso, vamos de flores. As pétalas de rosas perfumadas são apropriadas para momentos especiais. Elas são de tecido e, por isso, você pode usá-las quantas vezes quiser. A embalagem vem com 150 pétalas, logo sua cama e os caminhos até ela podem ser preenchidos de forma generosa. Vale a pena dar esse diferencial quando se trata de amor.

 

Sei que alguns produtos ainda deixaram aquela curiosidade no ar, mas, se quiser saber qualquer coisa a mais, basta deixar um comentário aqui no blog ou mandar uma mensagem pelo formulário de contato. Como sabem, eu também estou no Facebook e no Instagram, interagindo com vocês.

Quero agradecer a Adult Toys pelos produtos. Foi um prazer, em diversos sentidos, conhecer o que a marca tem a oferecer. Agora, dá licencinha, que vou ali experimentar umas coisinhas porque volúpia, aqui, nunca há de faltar!

Todo ano, a gente é pego por essas duas datas: uma dos namorados e outra dos solteiros, já que Santo Antônio é tido como o responsável por arranjar marido pra mulher que já está quase perdendo as esperanças de encontrar algum pelos meandros da vida. Entretanto, vamos pensar: o que seria a fé em um santo como temos a fé no santo casamenteiro?

Para mim, fé é uma crença. Quem tem fé, acredita. Logo, quando pedimos ao santo, consequentemente acreditamos. Mas acreditar não é um ato simples da boca pra fora, ele representa muito mais. Quando a gente acredita em algo, tiramos de nós o pessimismo que a falta de esperança traz e, assim, passamos a ser mais otimistas e mudar nossas atitudes.

A beleza, portanto, começa a surgir e, então, ficamos mais propícios a encontrar alguém. Quando essa beleza resplandece inteira, a chance de conhecer alguém com muitas afinidades é perfeita. Porém, quando essa beleza ainda está recheada de negatividades e se aparenta com desespero, a possibilidade de encontrar alguém que não a faça feliz é grande.

Eu sempre digo para as minhas amigas que querem ter um companheiro e casar: Não se preocupe, toda panela tem sua tampa e a sua ainda vai aparecer. Eu sempre peço também para canalizar os pensamentos e evitar desesperos porque isso não é bom pra si nem para o outro que vê fragilidade demais em sua imagem. Quem me conhece, sabe que não estou mentindo.

A nossa fé em Santo Antônio deve ser revertida em amor próprio. Quem se ama está mais fácil de ser amado. Para tudo, existe um espelhamento e nosso interior é quem mais está capacitado para espelhar tudo o que nele está. Não sei se você fez simpatias, orou pai nossos ou sonhou com seus desejos sendo realizados, mas digo que um coração tranquilo representa uma mente e um corpo saudáveis e prontos para quando o amor chegar.