HomeSexo e SexualidadeEu quero você perto, falando na minha língua.

Eu quero você perto, falando na minha língua.

Vez ou outra nos deparamos com alguém que a química bate. É pa-pum! Mais do que uma conversa que se conecta, existe uma energia positiva que, assim como um ímã, nos aproxima. Pensamentos parecidos e despudores (ou não) fazem dessa afinidade um lugar comum e, então, a vibe não poderia ser outra a não ser a deliciosa good vibes. Essa, inclusive, é uma das formas que a gente reconhece um crush – nome utilizado por quem temos um affair, uma quedinha, um amor platônico ou uma vontade imensurável de dar.

Definimos em qual desses aspectos o crush está pela forma como piscamos nos lábios debaixo, pelo modo como o coração acelera ou até mesmo pelas lembranças que ele nos proporciona. É aqui que começa a saga para que o crush entre na nossa e deixe de ser apenas um desejo. Então me diz: O que você faz para tornar real seus desejos maliciosos e recheados de carência em relação ao crush? Neste momento, qualquer hora é hora e, portanto, oportunidades são únicas.

Quando ele diz que vai a uma festa tal. Se a festa for na vibe pegação, apareça e cause! Permita-se aos encontros e, mais do que se permitir, esteja lindo ou linda do jeito que você olhe no espelho e pense: Eu me pegaria. Nhac. Além disso, mostre confiança e realmente seja autoconfiante. A autoestima elevada ocasiona o despertar de uma beleza que vem de dentro e, assim, todo mundo repara – principalmente o crush. Se ele não perceber é porque não era pra ser e, portanto, o danado permanecerá ocupando esse status até uma outra pessoa entrar no lugar.

Não seja insistente nem passe a ideia de perseguição. Deixe a pessoa respirar. Evite causar constrangimentos e faça com que os momentos entre vocês sejam sempre tomados de naturalidade. Quando você faz as coisas rolarem tranquilo e naturalmente, fica tudo mais gostoso e a resposta para o que você precisa surge sem precisar se expor. O crush é a definição perfeita para os futuros rolos ou para os pequenos impulsos que hão de nos surgir e nos tirar do cotidiano – muitas vezes sem perspectivas amorosas.

Se você estiver sem crush algum, é quase certeza que você seja crush de alguém. Essas possibilidades sempre nos dão um up, né? Se tudo der certo e você conseguir pegar quem tanto queria, então é só partir pro abraço e fazer dos abraços os lugares mais gostosos para estar. Mais do que isso, permita-se falar de perto, falar com a língua e com todos os lábios se a vontade for essa. Quando há reciprocidade na vontade de se pegar, pode chamar o bombeiro porque é certeza que dessa relação (ainda que esporádica) vai sair fogo.

Gostou? Compartilhe
Quantas estrelas merece esse artigo?

Baiana. Graduada em Letras Vernáculas e em Jornalismo. Realizou pesquisa em Análise do Discurso, estudando a produção do discurso pornográfico. Descobriu-se apaixonada por assuntos relacionados ao sexo e a sexualidade. Adora brincar com as palavras e fotografias.

falecom.lurosario@gmail.com

Comentários
  • Caramba! Que textão ein? Definiu meu crush mais recente, tinha química de dar inveja a qualquer um fã
    Beijos !

    17 de janeiro de 2018
  • Eu também tenho meu crash.
    Gostei muito

    25 de janeiro de 2018