Sem Tabus

Ensaio sobre a libido

Vamos supor que hoje você tenha acordado com a libido lá em cima e, então, você levanta cheia de energia e disposição para fazer o dia acontecer. Você se masturba, vê objetos sexuais por todos os lados e ainda publica umas fotos mais sensuais ou, até mesmo, parte para se divertir nos aplicativos e colecionar novos contatinhos porque você é dessas. Se tem namorado(a) ou é casada(o), você levanta com sangue no olho para sentar com toda a sua potência feminina. Ele que lute!

Agora vamos para outra suposição. Faz de conta que você acordou com a libido lá embaixo e estar assim te traz, consequentemente, menos ânimo e disposição. Você quer cumprir seus afazeres, comer e deitar. Mal se olha no espelho e, quando se olha, não consegue se exaltar. E assim, lá se foi mais um dia sem grandes novidades. Transar não quero, me masturbar muito menos. Então ta, baby.

Psiu, você consegue sentir a diferença? Quando a nossa libido está lá em cima, isso influencia em outros âmbitos da nossa vida. A gente consegue ter mais disposição para viver. Para equilibrar a nossa libido, precisamos cuidar mais da gente, movimentar o corpo e se permitir ser estimulada(o). A gente só não pode deixar a peteca cair, principalmente em momentos tão difíceis.

Em 2019, O que é libido? foi uma das perguntas mais realizadas pelos internautas ao Google. Entre aquelas que começavam com “O que é”, ela foi a campeã. Para quem ainda tem dúvidas, a libido se refere ao desejo que sentimos diante de algum estímulo – que pode ser visual, auditivo ou olfativo. É algo hormonal e psicossocial, ou seja, nem sempre o fator biológico é suficiente para nos provocar o desejo – inclusive no âmbito sexual.

Em nós, mulheres, momentos como o que estamos passando podem abalar nosso emocional e baixar lindamente a nossa libido. Porém, precisamos equilibrá-la. Quando há equilíbrio, temos mais energia e, é claro, mais vontade de viver. É por isso que precisamos nos reinventar todos os dias. A libido é uma energia que nos impulsiona a sair do lugar, a nos desafiarmos e tornamos nossa rotina mais prazerosa.

Para resgatar a libido, movimente o seu corpo, assista a filmes que a estimulem, leia contos e livros, fique sem calcinha, tome sol, fotografe-se, saia da rotina e faça algo por prazer. Nossa energia, sem dúvidas, precisa circular.

Lu Rosário

Jornalista. Baiana. Leonina. Feminista preta. Apaixonada por tudo o que diz respeito a sexo e sexualidade. Palavras e fotografias são suas taras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.