Sem Tabus

#MeuAmigoSecreto

Hoje entrei no Facebook e me deparei com vários relatos acompanhados da hashtag #MeuAmigoSecreto. Fiquei louca de curiosidade para entender o que significava aquilo e, ao pesquisar, a razão era óbvia: havia uma campanha contra o machismo por trás de todas aquelas histórias. Como uma brincadeira, a intenção era falar as características daquele com quem se convive e que pratica o machismo em seu dia ou dia – tanto de forma clara quanto sutil. Desse modo, ficou (e fica) evidente o quanto estamos cercados de pessoas machistas, preconceituosas e que, portanto, violentam física e psicologicamente o parceiro ou parceira por meio de um discurso tão intolerante e desrespeitador.

Para começar, vou citar alguns dos meus amigos secretos e, para ver outros, basta colocar a tag no Facebook e dar enter. Quem quiser compartilhar seus “amigos” também, sinta-se à vontade para fazê-lo nos comentários desta publicação ou faça pelas redes sociais. Parece que quando a gente compartilha tais informações, mesmo de forma anônima, nos sentimos mais aliviados por não guardarmos aquilo só com a gente. O bom dessas campanhas é isso. As mulheres estão cada vez mais emponderadas e o machismo, cada vez mais, vem sendo reconhecido em cada sutileza manifestada.

#MeuAmigoSecreto descreveu sua prática de masturbação, concluindo com um “gozei” depois que descobriu que escrevo sobre sexo. Não me deixou nem falar. Agrediu-me virtualmente. Antes disso e pessoalmente, nunca havia se manifestado sexualmente em relação a mim.

#MeuAmigoSecreto acha que para eu arranjar um namorado, preciso largar o Pudor Nenhum porque homem nenhum vai me levar a sério.

#MeuAmigoSecreto acha que quem conhece o meu blog, só me quer pra comer.

#MeuAmigoSecreto acredita que mulher que escreve sobre sexo só serve para trepar.

E o seu amigo secreto? Vamos espalhar toda essa violência machista por aí, vamos nos despudorar! A gente se encontra por aqui, pelo Facebook ou pelo Instagram, tá? Você quem manda!

Jornalista. Baiana. Leonina. Feminista preta. Apaixonada por tudo o que diz respeito a sexo e sexualidade. Palavras e fotografias são suas taras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.