Indicação

A Casa de Alice, de Chico Teixeira.

Para quem nunca assistiu “A Casa de Alice”, creio que vale a pena. Ele é um filme dirigido por Chico Teixeira e que conta a história de uma família de classe-baixa em São Paulo. Como todo meio familiar, percebe-se a desestrutura em que este se encontra. Alice é uma manicure casada com um taxista e possui três filhos, rapazes com suas vaidades e vontades próprias da adolescência. Além deste círculo familiar, a mãe de Alice mora com eles e vê tudo o que acontece dentro da casa.

 

Alice com sua mãe na cena do filme "A casa de Alice", dirigido por Chico Teixeira.
Alice com sua mãe na cena do filme “A casa de Alice”, dirigido por Chico Teixeira.

 

Alice é traída pelo marido e o trai. Seus filhos aprontam debaixo dos seus olhos. Sua mãe cala-se diante de tudo o que acontece e a gente não consegue achar nada tão estranho perante a realidade em que nos encontramos. Um dos filhos ganha dinheiro com o próprio corpo e por aí vamos compreendendo como surgem os diversos modelos de família na contemporaneidade.

 

Os filhos de Alice no filme "A casa de Alice", de Chico Teixeira.
Os filhos de Alice no filme “A casa de Alice”, de Chico Teixeira.

 

Por meio deste longa metragem, é perceptível a força de Alice para manter a família e enfrentar todos os problemas que surgem. Fechar os olhos para ela e sua mãe, ás vezes, parece ser a melhor solução. Perante toda trama que se desenrola, assisti-lo é se permitir refletir um pouco mais sobre a vida e a estrutura em que nós e tantas famílias estamos inseridos.

Jornalista. Baiana. Leonina. Feminista preta. Apaixonada por tudo o que diz respeito a sexo e sexualidade. Palavras e fotografias são suas taras.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.