Sem Tabus

Escandalizar (ou não)!

Quem aqui gosta de falar durante o sexo? De gemer alto e mostrar para o outro o quanto a transa está boa? De questionar se está gostoso para ir adiante ou melhorar? E quem também não gosta de falar uma putaria bem escrachada? De salientar o quanto está bom e de pedir para continuar com mais ênfase?

O ato sexual vai além da relação entre os corpos, ele envolve a linguagem verbal como uma forma de salientá-lo. No entanto, esta linguagem não se manifesta do mesmo modo para todos e, inclusive, alguns não necessitam dela ou não conseguem usá-la no momento de sua satisfação. O fato de falar enquanto há esse entrave aprazível com o outro é, normalmente, compreendido como uma maneira de mostrar que se está gostando muito. Não é a toa que muitas vezes o “não para”, “continua”, “gostoso”, “mete mais”, “pode chupar” (e por aí vai…) habitam os falares femininos enquanto se é penetrada por falo, língua e dedos ou mesmo por carinhos que aumentam a libido.

Outras vezes, esse falar pode ser um guia para se atingir o prazer, ou seja, a mulher vai direcionando os pontos que gosta para que o parceiro(ou parceira) a conheça melhor e a leve ao orgasmo. Nessas horas, diz-se o “desce mais um pouco”, “você está tentando colocar no buraco errado” e “só a cabecinha, depois você coloca o resto”.

Há ainda as famosas “Possa lamber lá?”, “Ta gostoso?”, “o que você ta sentindo?” – estas e tantas outras são indagações para saber até onde é possível ir e, assim, tornar a transa cada vez melhor. Além do mais, tem aquelas mais despudoradas que falam e adoram ouvir “putinha”, “cavalão”, “deixa eu chupar seu pau”, “ai, que delícia sua bucetinha” e todas as pornografias que os filmes pornôs investem.

As que não falam, só gemem, exprimem meramente o prazer por meio da sua respiração ofegante. O fato de não falar pode ser resultado de um certo moralismo que a pessoa carrega ou uma escolha pessoal, na qual ela queira centrar-se apenas nos sentidos que traduzem seu tesão. A conversa cheia de rupturas, que o sexo propõe, ocasionou a formação do twitter Frases Transa (atualmente, desatualizado) – depois vejam lá uma mostra do que tenho dito sobre ser tagarela na intimidade e troca de fluidos.

Independente da produção de sons, o que importa é derreter-se durante a prática e curti-la em todos os seus viés. E você? Faz escândalo ou prefere um silêncio? Eu escandalizo ou me silencio, depende das circunstâncias e do parceiro. Se quiser falar um pouco de você, sinta-se à vontade nos comentários. Joguemo-nos e sensualizemos!

Avatar

Jornalista. Baiana. Leonina. Apaixonada por tudo o que diz respeito a sexo e sexualidade. Palavras e fotografias são suas taras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.