HomePosts Tagged "PudorNenhum" (Page 19)

Há alguns anos, um amigo apresentou-me ao filme Five Hot Stories for Her. Quando assistimos, fui ficando daquele jeitinho molhado e despudorado de ser. Não deu outra, tivemos que colocar em prática o que nossa vontade pedia. Assim pulamos o capítulo e lá vai eu assisti-lo novamente, mas, dessa vez, sozinha. Da mesma forma, fiquei prontinha para o que desse e viesse e a culpa de tanto aguar dizia respeito a todo jogo trazido pelo filme, dirigido por Érika Lust.

Five Hot Stories For Her é um longa que contém cinco pequenas histórias, desvinculadas umas das outras. Cada uma delas possui um enredo e uma cena de sexo, cuja iluminação é bem trabalhada e cuja fotografia é belíssima. Escrito por uma mulher, apresenta um outro viés no que diz respeito ao que conhecemos enquanto filme pornô e, devido a isso, excita tanto, pois foge da mera explicitez sem enredo.

 

makingoff-xc4-8940

 

Érika Lust é considerada a primeira mulher a a produzir filmes pornográficos para o público feminino. Ela é uma linda sueca de 39 anos que reside em Barcelona e tem um rostinho que não tem nada a ver com o das atrizes pornôs. É uma jornalista feminista, mestra em ciências políticas e gestão do audiovisual com especialização em feminismo e estudos sobre a sexualidade. Sua carreira, no cinema pornô, começou em 2004, mas foi, em 2007, que ela juntou lançou Five Hot Stories for Her.

A primeira história se chama Something about Nadia e conta a história de Nádia, uma mulher linda e dona de Sex Shop que tem o poder atrair outras mulheres. Devido a sua profissão, ela encontra-se em contato diário com aquelas que querem sexo e, para vê-la, muitas acabam entrando na loja e tornando-a mais movimentada. Entre todas as mulheres que foram mostradas, Nádia é colocada diante de uma cena de sexo com uma oriental. E pensa aí: é uma cena linda demais, de arrancar suspiros, de tirar a roupa, de querer se entregar. Sem excessos, sem amadorismos.

 

001

 

 

O segundo curta chama-se jodetecarlos.com, que narra a história de Sônia Martins que pega o marido no flagra com outra e resolve dar o troco, fazendo sexo com dois homens ao mesmo tempo e fotografando e filmando tudo para, então, publicar em um blog que dá nome ao curta. A cena de sexo lembra os pornôs os quais estamos acostumados, mas o enredo é bacana e nos faz dar algumas risadas.

 

001

 

Married with children é o terceiro curta e, diferente dos outros dois, trabalha o sadomasoquismo de forma leve. Neste, há um casal com filhos que se permitiu caiu na rotina. para sair dela e apimentar o relacionamento, planejaram um momento que envolve submissão, coleira, algema, uns tapas na bunda e máscaras.

 

001

 

Relembrando as raízes do cinema pornô, The Good Girl é a história de uma jovem que conversa com a amiga ao telefone e esta não para de contar suas aventuras sexuais. Inclusive, a moça que a ouve confessa isso olhando para a câmera. Diante do que ouve, a ouvinte e também personagem principal começa a fantasiar com lugares comuns: massagistas, pedreiros e outros dos filmes pornôs até que ela escolhe transar com que lhe trouxer uma pizza.  A partir disso, ela pensa em diversos tipos de entregadores, porém, quem faz a entrega é um Pablo – um rapaz bonito.

De primeira, não deu certo; mas ele resolveu voltar, ela tira a toalha e a cena se desenvolve lindamente com uma música muito bonita e ritmada como pano de fundo. No final, ela pede para ele gozar em sua cara tal como nos filmes pornôs e acabam encerrando a noite comendo pizza.

 

001

 

Por fim, e a última e quinta história, Breakup Sex mostra o sexo entre dois homens. Primeiramente, a briga; depois, o sexo; logo depois, sem que um deles veja, a despedida por meio de um bilhete na porta. Este curta é todo em preto e branco, além disso, chama a atenção os diversos ângulos com que são filmados.

 

001

 

Em todos os curtas, é possível perceber que a iluminação, a fotografia, a trilha sonora e os ambientes são lindos e requintados, ou seja, nada a ver com o amadorismo do cinema tradicional pornô. Tiro o meu chapéu pra Érika Lust e espero que também goste de assisti-la.

Como eu ganhei de um amigo, não sei como fazer a indicação para compra ou download. Se alguém conseguir esse filme, avisa pra mim – please. Assim, posso passar para os outros leitores a fim de que todos tenham acesso. Pelo que eu soube, não há este filme legendado nem com dublagem em português, mas em espanhol – tal como o meu. E não se preocupe, o espanhol dá para entender e o que não for compreensível na linguagem verbal dá para saber pela não verbal.

Detalhe: meu amigo conseguiu porque outra pessoa deu o filme pra ele, logo o danadinho ta complicado mesmo, mas ficarei esperando o seu feedback.

Quando falamos a palavra bukkake, as pessoas buscam na memória e não encontram nada. Estou aqui para esclarecê-los, é claro! Bukkake refere-se ao fato da mulher receber a ejaculação de dois ou mais homens.

A indústria pornográfica usa e abusa dessa prática, portanto, já cansei de ver mulheres encharcadas com um, dois, três, quatro e sei lá quantos homens ao seu redor dando lhes um banho de esperma ou porra (como se diz no popular). O termo, de origem japonesa, tem uma aproximada tradução com a expressão “espirrar água” e é considerado um fetiche para muitas daquelas que curtem um sexo com homens, no sentido plural e literal da palavra. 

A cena mais clássica é aquela de uma mulher prostrada de joelhos e os homens em pé, ao seu redor, masturbando-se e ejaculando sobre seu rosto e seios. Se me perguntarem se já experimentei, digo-lhes que não e ainda fico imaginando o banho depois e o trabalho que dá para tirar todo o esperma que fica sobre o corpo, além do cheiro forte que este provavelmente deve exalar durante o ato. No entanto, para quem curte a sensação de pensamentos direcionados para ela, de mãos hábeis, de gozo apontado e deste resultado sobre si, deve ser um prazer daqueles de se lamber com os beiços e querer mais com os dedos.

Se você curte e pratica sempre que rola, vem nos contar. O texto pode até estar com com cara de completo, mas, na verdade, só está esperando seu depoimento para ficar ainda melhor. Uma delícia falar de sexo, ui!

A Erótika for Business rendeu demais pra despudorada aqui. Ameeei! Eu ganhei um kit beautiful da Intt Cosméticos, que foi a ganhadora de seis prêmios na Premiação dos Melhores do Mercado Erótico e Sensual realizada pela Abeme. Saí de lá radiante com tanta beleza e vontade de conhecer cada um dos produtinhos que prometia esquentar e excitar a mulherada. Além do mais, saí com vontade de correr para contar logo pra vocês as novidades e as maravilhas cada vez mais salientes do mercado erótico.

A Intt estava com um stand no evento e causava burburinhos em quem passava por perto. Com produtos para experimentação e uma equipe super simpática, arrancava sorrisos, dedos de prosa e vontades de levar tudo pra casa. Para conhecer bonitinho o que eu trouxe, lá vai os cincos produtos que farão a minha cabeça, ops, o meu corpo, ops, a meu tesão virar ao avesso.

 

whatsapp-image-2016-11-08-at-23-12-59

 

Gente, olha que lindo! A Intt caprichou nesta embalagem. Um produto tão bonito e apresentável merece, inclusive, ser dado de presente praquela noivinha, pra amiga ou até mesmo para uma familiar com a qual você não tenha pudor nenhum. Além da beleza, O Vulvs estimula a produção de feromônios, auxiliando na atração do homem pela nossa queridinha. Mais do que isso, ele é um excitante feminino bem poderoso que bastam 3 a 5 gotinhas no clitóris e no canal da vagina para, em pouquíssimo tempo, você começar a pegar fogo. Uau!

Acredita que não são apenas essas as suas funcionalidades? O Vulvs também aumenta a lubrificação. Então, meu bem, está esperando o quê? Faz que nem Luluzinha aqui e se joga. Eu testei sozinha mesmo, só pra sentir se a pegada era quente. E, oh, concluí que é quentíssima!

 

whatsapp-image-2016-11-08-at-23-13-02

 

O Eruption, como o próprio nome diz, causa erupções na cama, no sofá, no chão, no banheiro e em qualquer outro lugar. Com este danadinho, as chamas são ainda mais intensas. Com três borrifadas, você já parte para o abraço ou seria pernaço? Ele deve ser aplicado na parte interna da vagina. Você aplica e massageia, ok? Além do mais, ele tem efeito vasodilatador e a sua perigosa vai mostrar-se excitada de um modo que causará água na boca do parceiro.

O Eruption vai fazer sua região íntima pulsar de forma involutária. Já pensou, que gostoso? Uma importante uma coisinha: coloque-o dois minutos antes da penetração para que ele aja e, ah, ele também é lubrificante. Então, lindona, já percebeu que o sexo sempre pode ficar mais top? É só experimentar os produtos certos!

 

whatsapp-image-2016-11-08-at-23-13-32

 

O Vulcano é outro produto de nome beeeem sugestivo. E deixa eu contar logo porque avexei: ele promete um orgasmo em 10 min. Calma, deixa eu respirar direito e repetir: em dez minuuuuutos! Este produto é quente, glamouroso, excita, enlouquece. Em outras palavras, é um destruidor que pode ser usado tanto pelo homem como pela mulher.

Para usá-lo, a gente deve dar 2 ou 3 borrifadinhas, espalhando pelo clitóris, pelo canal da vagina ou na cabeça do pênis. Hummmm. Imaginação aqui foi longe! O Vulcano proporciona uma forte pulsação e uma gostosa vibração. Nossa, a vontade é de toda vez, que for aprontar, repetir a dose. Nhac. Já quero! Agora!

 

whatsapp-image-2016-11-08-at-23-13-29

 

Antes de tudo: olha essa embalagem. Preste atenção e perceba essa forma longilínea e esse biquinho lindo na ponta. Reparou bem? Pois é. A Intt inovou quando trouxe um produto que pode ser aplicado como se fosse aquele dedinho delícia que te cutuca lá embaixo. O toque deste aplicador parece com o da pele e, meu bem, facilita muito o uso, viu?

A surpresa é que ele é para ser usado lá atrás, bem na porta dos fundos. Ele pode ser aplicado externa e internamente do ânus. É ma-ra-vi-lho-so, ta? Pode confiar. Eu tenho o selo de comprovação! Haha! E se o cabra ou a moçoila querer dar uma lambidinha por lá, não tem problema. O Passion tem gostinho de menta.

 

whatsapp-image-2016-11-08-at-23-13-19

 

O Fingers também é essa delícia toda na hora de aplicar, assim como o Passion. A tradução do seu nome é, literalmente falando, dedos. Eu nem preciso dizer porquê, né? Para usar, você espalha o produto pelo clitóris e na parte interna da vagina. Depois você espera e tharamm…vira uma looouca na cama!

Este produto esquenta, esfria, vibra, aquece, esfria, vibra e ainda tem sabor de canela. Uma loucura daquelas que só os dois, três, quatro ou quantos forem. Enfim, até mesmo você sozinha pode saber. Ele ainda lubrifica, assim você e ele já se garantem, baby.

 

14925290_1345555482162616_5094417253564029283_n

 

Gostaria de agradecer a Intt pelos produtos, que são a cara do sucesso, e parabenizá-la pelos prêmios recebidos. Vocês mereceram!

Se alguém quiser conversar sobre minha experiência com os produtos, pode dar aquele toque, mandar aquela mensagem, dar aquela chamada. Só não pode me chamar no escurinho porque, dessa maneira, eu vou pensar que a pergunta é outra, ta? E vamos gozar, pois a vida foi feita assim: coisando.

Uma leitora confessou-me sua dúvida sobre dar ou não na primeira. Em outras palavras, sobre transar ou não transar com o cara no primeiro encontro. Ela me disse que sempre sente essa dúvida porque coloca em jogo uma série de discursos que circulam em nossa sociedade. Pois é, não é mesmo fácil você sair com um cara que acha gostosão, sentir-se excitada e não ceder para que ele a penetre.

O jogo de desejos está o tempo presente nos relacionamentos. Quando você sai com alguém e rola uma sintonia, nem que seja no beijo, a vontade é de prolongar aquela sintonia e permitir-se até a última gota. Mas porque não fazê-lo? Acontece que nossa sociedade dita que mulheres que dão de primeira são fáceis, não possuem muito valor, são muito dadas. Mas será que podemos levar isso na ponta da faca? Creio que não.

Tudo é muito relativo e, neste caso, é preciso saber quais as circunstâncias. Por exemplo, você está viajando e conhece um rapaz tudo de bom. Rolou um clima, então por que não dar? Você vai deixar de fazer um sexo gostoso com uma pessoa que nem sabe se verá novamente por causa do que ele ou os outros irão pensar?! Pode ter certeza que se você fizer bem feito, ele só vai ficar com a lembrança do quanto você é gostosa!

Um outro exemplo, você conhece a pessoa demais e sabe o quanto ela é discreta. Já conversavam, mas nunca haviam ficado. Um dia qualquer vocês trocam uns beijos e o corpo quer manter essa troca entre ambos, e aí? Você vai deixar de transar com ele porque está com medo dele mudar a concepção a seu respeito? Ah, musa, pensa nisso não! Se você sabe que o que rolou entre vocês ficará entre os dois, então se entrega. Já nos casos em que o rapaz é boca aberta, você sabe que ele não vale nada, mas é apaixonada… pensa muuuito porque seu nome pode ir parar na vala sem que perceba.

O nosso corpo é o que nos constitui, fazemos sexo com quem a gente quer, não é o que os outros podem ou não falar que vai nos impedir disso. Entretanto, a gente não pode popularizá-lo porque tudo possui limites. Se você gosta dele, confia e sente que há uma harmonia, então também não razão para negar-se (a não ser que não tenha vontade). Negar foda é algo que deve acontecer quando você realmente não quer ou não está a fim. Deixa dessa dúvida do “dar, não dar, dar, não dar…” pra lá! Fora isso, minha deusa, seja feliz com ele, com ela ou com eles!

Na Erótika for Business, eu tive a sorte de ser agraciada com alguns produtinhos maravilhosos. Entre as marcas, que me presentearam, estava a Adão & Eva como um dos patrocinadores oficiais do evento. Cheguei tímida, como quem não quer nada, e fui muito bem recepcionada por um gaúcho hiper simpático – infelizmente não me lembro de seu nome. Ele me apresentou alguns produtos da marca que me deixaram de queixo caído até porque eram produtos que eu não conhecia.

Falar sobre produtos que me são desconhecidos não significa que eu conheça tudo do mercado erótico, mas confesso que sou uma curiosa e vivo cutucando os sex shops virtuais. Como também sou consultora iniciante, mantenho em alerta a minha curiosidade por conhecer um pouco mais deste mundo de prazeres. Devido a isso, fiquei de cara com as novidades e lançamentos. Ah, dei entrevista e tudo para uma jornalista super simpática de um audiovisual que, quando eu tiver acesso, passarei para vocês. Então vou deixar de blablabla e começar a apresentar-lhes o kit que trouxe, imensamente feliz, para casa.

 

whatsapp-image-2016-11-08-at-23-13-51

 

Amigaaaa, sua louca! Eu tenho o Noriplay! Ele é um gel para massagem feito com extrato de algas marinhas que tem uma textura bem fininha, deslizante, hidratante e causadora de fortes emoções corpo a corpo. Para quem gosta de se lambuzar, é a pedida certa. Para não causar aquele meleiro na cama, o Noriplay vem com um lençol plástico. E se cair, mesmo assim, em seu lençol? Não se preocupe, não, seu bobo. Ele sai facilmente na água. Ai, amooooo!

 

img_0186

 

Como o próprio nome diz, o Erectoviril é pra deixar a ferramenta pronta pro combate. Ele vem em cápsulas e é um suplemento alimentar 100% natural que auxilia na manutenção e fortalecimento do apetite sexual, bem como na melhoria da qualidade do ato sexual. A Adão & Eva está prometendo tudo isso e eu estou doida pra sentir na pele todas as consequências disso aí.

Reflete comigo se o trem não é bom! Ele é uma combinação de Salanum Sessiforum, Trichilla Catigua Juss, Cofeea Arábica e Selênio. Muita calma nesta hora, vou explicar um por um. O salanum sessiforum é extraído de uma fruta exótica da Amazônia e age fortemente na circulação sanguínea e nas taxas de hormônio de testosterona. Ui! A Trichilla Catigua Juss ajuda no combate a fadiga muscular e problemas de memória e impotência. Já a Cofeea Arábica estimula a concentração, aumenta a criatividade (adoooro!), é antioxidante e protege o fígado enquanto o Selênio fortalece a imunidade e ainda auxilia na melhora da fertilidade masculina. Babado esse produto, hein?

 

img_0187

 

O Ma-trix é um suplemento natural, em cápsulas, que visa aumentar a libido e a potência sexual masculina em decorrência da grande quantidade de antioxidantes e substâncias afrodisíacas. “Chega mais, chega maaais”, é assim que canto quando vejo produto bom no ar. Devido a combinação entre maca peruana, tribulus terrestris, vitaminais e minerais, este produto promete prolongar a ereção. Quanto a esses compostos, os dois primeiros são poderosos afrodisíacos comprovados por meio de estudos. E mais: a maca peruana é popularmente conhecida como o “viagra dos incas”. Quero logo avisar que o meu produto está sendo encaminhado para os boys testarem. Quero ver a coisa pegando fogo porque sou dessas!

 

img_0192

 

Agora vamos sair dessa linha de produtos para homens e partir para as girls. O Libido Stim também é um produto mineral e também possui, em sua composição, a maca peruana, bem como vitaminas e minerais. A sua intenção é aumentar a libido sexual feminina por meio de cápsulas. A maca peruana, para salientar, é uma planta que estimula o desejo sexual e aumenta a fertilidade. Além do mais, ela apresenta fitoquímicos que atuam na regulação das funções sexuais. Uhlalá!

Sinceramente, na verdade, de boa? Eu não preciso aumentar a libido, preciso é de um boy. Mas, mesmo assim, vou começara tomar só pra ver a coisa esquentar e contar pra vocês. Pode ser?

 

img_0182

 

Eita, voltamos a falar dos produtinhos dos nossos viris escodeiros. O Xtra Hard é rico em extrato de paprika que ajuda a firmar e revigorar a pele do amiguinho. A gente põe e massageia deliciosamente. Tal como ele, o Man Force possui extratos de ginkgo biloba e ginseng para cuidar da pele masculina a longo prazo, beneficiando na circulação e com efeito estimulante.

Agora vamos por partes: a paprika estimula a circulação, reduz e traz benefícios cardiovasculares. Bão, né? A ginkgo biloba traz uma série de benefícios, tantos que eu teria que fazer uma publicação apenas para ele. Para situá-los, ela é uma árvore de origem chinesa que é utilizada medicinalmente há milhares de anos e serve tanto para o tratamento quanto para a prevenção de diversos problemas de saúde. Ah, um dos seus benefícios está no fato de contribuir para a circulação sanguínea. O ginseng ajuda a diminuir o estresse e o cansaço, melhorando a qualidade de vida. Resumo disso tudo: quero.

 

img_0184
O Seduce é considerado, pela marca, como o elixir da sedução. Ele é enriquecido com óleo de argan, óleo de coco e feromônios. Para ele, são apontadas 10 funções: perfume afrodisíaco, feromônios ativos, toque acetinado, hidratação para a pele, filtro capilar UV, reparador de pontas, anti-frizz e desembaraçador (ainda protege a coloração. Como assim, Brasiiiil?), além de oferecer brilho, maciez e volume para os cabelos.

Eu já experimentei ele rapidinho e gostei, viu? Cheiroso, ótima textura. Abusei dele no cabelo e na pele. Curti e vou repetir para, assim, tirar melhores conclusões. De antemão, eu adorei a ideia de formulação deste produto e, como sempre, estou de cara!

 

img_0195

 

Por fim, o Anal Care. Marmininu, este foi o primeiro que o gauchinho me apresentou e foi deste produto, inclusive, que topei falar no vídeo gravado no stand da Adão & Eva. Ele é um higienizador e hidratante anal. Agora, as moçoilas vão poder preparar melhor a sua região íntima para o sexo anal.

Ele é produzido com Centella Asiática, uma planta medicinal que estimula a circulação sanguínea promovendo a oxigenação celular daquela região para, assim, facilitar a absorção de um outro ativo – o ácido hialurônico. Este é extramente hidratante. Essa hidratação vai diminuir a probabilidade de fissuras e vai, provavelmente, aliviar o desconforto na relação. Em outras palavras, já vou começar a usar mesmo sem um varão.

 

14907630_1222043011167770_5023524324471682770_n

 

Como salientado acima, a Adão & Eva foi premiada duas vezes pela Abeme durante a Erótika for Business. E, como eu sinto na pele, não há presente maior do que o reconhecimento. Quero agradecer pelos produtos e parabenizá-los pela premiação. Foi mais do que merecido!

Aos despudorados, a gente vai se falando pelas redes sociais da vida. Quer saber mais sobre algum desses produtos? Então, me pergunta que eu te ajudo com o que for possível. Com timidez, ninguém fica pelado não.

 

 

Era uma sexta-feira normal ou parecia ser tão normal como todas as outras. Estava no bar com minhas amigas e elas queriam terminar a noite bem. Eu estava ali por estar, pensando em mil coisas que deixei para segunda-feira no trabalho.

O bar estava cheio como sempre, aquele era um bar meio de família, meio de universitários, meio de gente velha, aliás, era um bar de todo mundo. Estávamos em uma mesa com 5 mulheres (3 morenas, uma loira e eu ruiva, ruiva de verdade) e dois homens (meu chefe e um outro administrador que trabalhava comigo). Minhas amigas morriam pelo meu chefe, eu talvez morresse pelo administrador se não tivesse tido uma noite tão ruim um dia que bebemos muito e acabei dormindo com ele. O beijo era bom, quando começava uma coisa mais quente já caia o rendimento até que na cama durasse 5 minutos. Mas não podia negar que ele chamava atenção com seu 1,90m de olhos azuis.

Eu estava bebendo uma cerveja quando notei que, na mesa da frente, tinha um cara. Mas pensa em um cara lindo, era ele. Cabelo castanho bem cortado, olhos verdes, um lábio bem desenhado, e ele parecia mais lindo ainda me olhando. Ele estava sozinho e eu levantei pra ir até a mesa dele. Quando uma mulher sentou em sua mesa, ele sorriu pra ela, ambos estavam sem aliança, podia ser irmã. Ou não.

Marcos (o administrador) não parava de mexer no meu cabelo e eu aproveitei isso para ver qual a do gato da frente. Abri meu sorriso mais conquistador e passei a língua no gargalo da cerveja olhando pro cara da frente. Notei que ele segurava a mão da mulher e ela gargalhava alto para mostrar que estava super curtindo ele. E mesmo assim, ele não parava de me olhar, mas passar a mão no cabelo e me dar uma piscada foi tudo que eu precisava para investir.

Levantei, me soltei do Marcos e passei bem perto da mesa do cara, batendo de leve e derramando o copo com bebida nele. Ele fingiu que ficou bravo ou ele ficou mesmo, pedi desculpa puxando um guardanapo e passando na coxa dele para secar (ou para aproveitar aquela coxa). A mulher se levantou chamando o garçom e ele falou que estava tudo bem. Pedi desculpas mais uma vez, fui em direção ao banheiro e ele veio atrás.

Ele não perdeu tempo e me empurrou para dentro de um depósito que tinha no canto do bar, me pressionou na parede e sorriu puxando meu cabelo.
– Ousada você.
– Tive abertura pra isso – eu falei sussurrando no ouvido dele.
– Gosto de atitude – ele segurava firme meu cabelo, me fazendo olhar bem no fundo dos olhos dele.
– É namorada?
– Noiva
– Então vamos fazer a despedida.

Mordi meu lábio e ele começou a me beijar. Ele ainda tinha a mão no meu cabelo e segurava mais firme, me puxava pela nuca para perto dele. Eu já sentia a rigidez dele e puxei o cinto abrindo rápido, tinha que ser rápido se não a noiva notaria a falta dele. Em menos de dois minutos, ele já estava com a calça baixa, sem cueca e eu sem calcinha com meu vestido levantado. Minha perna estava na cintura dele e, de forma muito eficiente, ele conseguiu encaixar enfiando tudo de uma vez, eu gritei e ele tampou minha boca com a mão, me deixando mais excitada. Eu gostava de obedecer.

Ele fazia movimentos rápidos e apertava minha bunda, me puxando para mais perto. Cada vez, enfiava mais fundo. Mordi a orelha dele e soltei um gemido abafado, foi quando ele me disse que ia gozar.
– goza na minha boca.

Não precisei repetir, ele me puxou pelo cabelo, eu me ajoelhei e engoli o pau dele inteiro. Ele dava tapas no meu rosto e eu engolia cada vez mais aquele pau, passando a língua e babando ele todo. Eu via a cara de que não aguentava mais, foi quando eu senti, ele gemeu e eu engoli toda a porra dele. Ele ainda não estava satisfeito, me puxou, me beijou e me pediu pra virar de costas.
– Agora é tua vez de gozar, quero sentir na minha mão.

Ele enfiou o pau de novo em mim e começou a me masturbar, aquela altura eu já não duraria muito. Quando ele bateu na minha bunda e me chamou de gostosa, eu tive o orgasmo. Senti minha perna bamba e o senti sorrindo por trás de mim. Ele me beijou de novo, vestimos nossas roupas e saímos do depósito como se nada tivesse acontecido. Ele molhado (da bebida que derramei) e eu leve de prazer.

Durante toda a noite, ele ainda continuou me olhando. Eu nunca soube seu nome nem se ele chegou a casar, mas soube que ele era muito melhor no sexo do que o Marcos que não parou de investir em mim a noite toda. E ainda, quando voltei pra mesa, a Melany (minha melhor amiga) estava pegando meu chefe.

Aquela noite.

 

Uma despudorada catarinense.

Não adianta dizer que tamanho não é documento porque isso está enraizado em nossa cultura e todo homem vai olhar para o seu querendo que fosse maior ou vai continuar fazendo piada com asiático pela fama dele ter o pênis pequeno. Com essa preocupação, muitos homens sentem vontade de saber o tamanho do que ele tem entre as pernas e, para matar a curiosidade, resolvem medi-lo.

Há quem acredite que é possível medi-lo pelos dedos. Inclusive, uma pesquisa feita na Coreia do Sul, em 2011, comprovou que a comparação entre o dedo anelar e o indicador favorece prever o tamanho do pênis ereto. Para a pesquisa, “quanto menor for a diferença entre o indicador e o anelar, maior deve ser o pênis, ou seja, os homens com o dedo indicador menor do que o anelar tendem a ter o pênis erecto mais longo”. Pouca gente sabe disso e tenho certeza que, ao acabarem de lê-la, muitos homens vão olhar imediatamente para seus dedos a fim de comprovar esta afirmativa.

No entanto, este estudo foi realizado com o comprimento do pênis em repouso e esticado e, portanto, não permite traçar uma fórmula desta razão entre os dedos e o tamanho do pênis – principalmente deste em ereção. Além dos dedos, outros medem-no dobrando a mão e vendo até onde o dedo médio alcança, concluindo que o tamanho do preterido é daquele ponto até o final do dedo esticado. Isso seria uma lenda, não? E essa que se encontra na imagem abaixo?

 

E mais esta lenda aqui?

Além dos exemplos já citados, também há muitos que medem seu órgão sexual pelo tamanho do pé, como reza a crença. Mas existem cientistas curiosos o suficiente e doidos para desmitificar o que andam dizendo por aí, então dois britânicos realizaram a pesquisa em 104 homens e não verificaram nenhuma relação entre as medidas. Em outras palavras, parem de olhar para seus pés porque não é assim que saberemos o tamanho do seu instrumento. Ah, e nem adianta olhar para o nariz ou para o gogó grande porque tudo soa como crença do povo e nada mais do que isso.

Falar dessas lendas não significa que não haja uma forma correta de medir o seu amiguinho, claro que há! Uma régua surge, então, como uma possibilidade para este intuito. Assim, um leitor veio me contar que media errado e, certamente, muitos outros devem fazê-lo errado. Meu querido despudorado disse que “media de maneira errada porque antes media do início dos pelos e geralmente a gordurinha criada em torno do pênis faz com que ele pareça menor e esconde uma parte do pênis que não fica visível”. Com isso, vamos descobrir qual a forma correta de saber quanto ele mede – lembrando que isso é o de menos, o essencial é a performance na hora do sexo.

 

penis-longo

 

Ao pesquisar pela internet, deparei-me com o mesmo modo de medi-lo em todos os sites. Nestes, é dito que o pênis é medido do arco pubiano, ou seja, deve-se começá-lo por lá porque é onde começa a estrutura peniana. Quando a pessoa engorda, a gordura acumula onde ficam os pelos pubianos e isso deixa uma aparência de que o pênis é menor e é por isso que, independente de ser mais gordinho ou não, o modo de medir deve partir do mesmo lugar.

“Media meu pênis por trás, dava um tamanho e, pela frente, dava outro. Só que nos sites falavam que era pela frente, mas não diziam que deviam apertar o início do pênis até sentir o osso púbico. Aí fiz isso hoje e deu uma crescida legal, ficou a mesma medida que é por trás, ou seja, a parte da frente ficava escondida pela gordura”, complementou o querido leitor.

Após tantos dados e falatórios, todos os leitores devem estar pegando a régua para medir o tamanho dos seus mastros. Juro que ainda vou escrever um texto, tão sério quanto este, para falar sobre os tamanhos de pênis. E volto a assinalar que tamanho nunca foi documento, a não ser para a indústria pornô e seus fieis consumidores. Ah, e se quiserem mandar as medidas e dizer sua experiência e sentimento em relação a isso – sinta-se a vontade. Para as moças, também. Afinal, elas usam o instrumento e sabem muito bem se manifestar a esse respeito. Lembrem-se sempre: aqui é Pudor Nenhum.