Produtos Sensuais

Com as camisinhas Skyn, parece que você não está com nada.

Pode reler o título deste texto porque é bem isso mesmo. As camisinhas Skyn, a primeira vista, não me deram credibilidade alguma porque eu apenas a compreendia como uma camisinha como qualquer outra. Como sempre, resolvi partir para o Google e deparei-me com uma explicação sobre o material utilizado nela, além de diversos depoimentos sobre seu uso. Achei um máximo e parti para a fase de experimentação, é claro!

Com esta camisinha, realmente me senti em contato direto com o pênis no momento em que ele me adentrava. Ele adere direitinho e proporciona aquele atrito delicioso dentro de nossa região íntima, além de não deixá-la tão ressecadinha quanto muitas outras. Inclusive, é por isso que as pessoas não gostam das camisinhas e usam a expressão de ser chato chupar bala com a embalagem. Sem ela, a gente sente o verdadeiro gostinho do doce. As camisinhas Skyn não são feitas com látex de borracha natural em sua composição, mas sim de Polisopreno. Isso é ótimo para quem ter alergia ao látex de borracha natural, não é? Sem contar que as sensações e sensibilidade deste material é muito bom.

Por ser nova no mercado, tais preservativos não são tão baratinhos quanto as que costumamos comprar. Mas, ainda assim, super cabe no bolso. Eu indico para quem tem alergia, quem é casado ou tem uma vida bastante ativa sexualmente e se cansou das camisinhas convencionais, para quem quer conhecer um produto diferenciado e, principalmente, para quem ter alergia às de látex porque se proteger, amores, é essencial. Antes, você não as encontrava em farmácia, somente em sex shop ou revendedoras de tais produtos; mas acabei de saber, por uma leitora, que já é possível encontrar. Oh, que máximo!

 

Gostei, Lu, de fato foi a que melhor conseguimos nos adaptar. Meu marido até comprou um pacotinho na farmácia esse semana. Ela é bem fininha mesmo, mas resistente…e não deixa a pepeca sem lubrificação porque o problema das outras é que o atrito deixava a vaginal sem lubrificação, né?

 

Agora, amores, é experimentar e curtir a coisadinha com o love, o peguete ou o amigo. Se quiser compartilhar com a gente sua experiência, sinta-se a vontade. O Pudor Nenhum é um espaço aberto para isso e a gente ama que aqui seja assim!

Lu Rosário

Jornalista. Baiana. Leonina. Feminista preta. Apaixonada por tudo o que diz respeito a sexo e sexualidade. Palavras e fotografias são suas taras.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.