Sabe quando a gente é presenteada com um monte de produtos deliciosos? Mas não são deliciosos de se comer com a boca, mas de se saborear com os olhos e todos os outros sentidos, sozinha ou acompanhada. A Adult Toys me enviou uma caixa maravilhosa e eu, é claro, não poderia deixar de compartilhar com vocês.

Para quem não conhece a marca, a Adult Toys foi criada em 2005 por dois irmãos que resolveram investir neste mercado em ascensão. Com produtos dentro dos padrões de qualidade e normas exigidas no mercado nacional e internacional, a Adult Toys sempre busca inovar e oferecer um suporte mercadológico àqueles que buscam empreender no ramo.

Quem acompanha o canal do Pudor Nenhum no You Tube, já teve uma amostra dos produtos que recebi. Porém, vou apresentá-los mais uma vez por meio da escrita e focando em alguns outros detalhes. Primeiramente, fora temer. Brincadeirinha. Primeiramente, vamos falar sobre os itens de renda: a sandália romana e a máscara.

 

A sandália romana é toda de renda e fica um charme no pé. Com ela, você compõe o look que lhe será todo de sensualidade. Assim, você se veste inteiramente de provocação – da cabeça aos pés – literalmente, pois, junto com a sandália, você pode usar uma máscara de renda da mesma cor que fica linda e dá aquele tom misterioso ao momento.

 

Esta sandália pode ser usada de várias formas, tanto descalça quanto com sapatilha, rasteirinha ou salto alto. É, inclusive, uma peça única exclusiva da Adult Toys. Em renda com tule bordado, além de uma fitinha de amarrar ao tornozelo em cetim e de um ajuste de fixação para a sola dos pés, você ajusta no pé e fica mais completa para arrasar. A máscara, você já sabe: põe no rosto e mostra quem manda!

Agora vamos para as fantasias. Eu recebi duas fantasias bafônicas: coelhinha e pantera. Uau! Elas são vendidas em tamanho único, que veste do 36 ao 42. Apesar desta numeração, a Adult Toys também trabalha com tamanho plus size, então não precisa se preocupar se você tiver excesso de gostosura.

Esta fantasia é a de coelhinha. Ela vem com uma calcinha em pelúcia com acabamento em elástico de amarrar nas laterais, rabinho em pelúcia no verso, sutiã em pelúcia de amarrar e arco revestido em pelúcia com orelhinhas. Um charme, um amor. Dá até pra fazer aquela encenaçãozinha antes de a coisa pegar fogo!

 

Já a fantasia de pantera (no vídeo, eu falei tigreza – disfarça!) é mais desafiadora. Ela expõe mais, mostra o seu lado voluptuoso de cara, sem muitos rodeios. Para usá-la, você já precisa estar no ponto para o que der e vier. Ela é composta por: mini saia em cetim com calcinha de amarrar e rabinho, perneira em elástico rendado preto com laço de cetim, sutiã de amarrar em organza preto e arco revestido em cetim com orelhinhas. Em outras palavras, basta vestir e partir pro ataque.

 

Só que quem disse que, vestida assim, você vai partir para o ataque sem armas na mão? Nada disso. Não é à toa que recebi um kit bondage com amarras e venda em pelúcia. Este é de tigreza, viu? A Adult Toys trabalha com a linha de acessórios sado e fetiche para nos ajudar a soltar a imaginação. Este kit que recebi possui um par de algemas e um par de tornozeleiras, ambos de pelúcia e com cordão longo para amarração, além da venda para os olhos. Dá para encher o momento ainda com mais tesão.

 

Se a intenção não for prender o parceiro ou parceira, mas dar uma surra de prazer utilizando outras armas, também recebi um Kit Tiazinha, formado por máscara e chicote, cujo comprimento aproximado é de 40 cm. Os materiais utilizados são courvin e bidim, ou seja, respectivamente, um produto similar ao couro de alta qualidade e uma manta, que não é tecido e que não se desfaz com o tempo. Vale a pena investir!

 

Produzido com o mesmo material citado acima, o courvin, a cinta é uma opção para mulheres descoladas usarem com seus parceiros ou para mulheres usarem entre si. Esta é uma cinta regulável com 3,5 cm de diâmetro, ou seja, você deve adquirir uma prótese com esta largura para que fique perfeitamente inserida na cinta. Ao vesti-la, você é capaz de proporcionar muitos prazeres ao outro. Hummmm!

 

Nesta cinta, eu coloquei uma prótese, também da Adult Toys. Esta possui 16 x 3,9cm e, por isso, ficou um pouco apertadinha, mas – ainda assim – coube perfeitamente na cinta. Ela faz parte da linha de próteses Cyber Touch cuja composição é o cyber skin, um material que se assemelha ao toque de pele humana. Sendo assim, é uma prótese de toque super macio e de textura gostosa, além de ser atóxica, isenta de ftalato e levemente aromatizada. Essa minha é de tutti-frutti, mas existem os aroma de chocolate e sem aroma. As cores também podem ser escolhidas, entre elas temos a cor chocolate e o preto. A minha é cor da pele – adoooro!

Uma coisa que chama a atenção nesta prótese é que ela é vertebrada. Quando a gente pega, sente como se fosse de verdade porque ela possui uma vértebra interna. Ao apertar, é incrível como você sente o danado como se fosse o próprio. Dá pra brincar muito e nem sentir lá essas faltas do de carne e osso.

 

Além dessa prótese do poder, recebi esta próxima que possui um vibrador interno e que faz parte da linha de próteses realísticas Soft Touch. Fabricada em matéria-prima nobre, tem um toque macio e uma ótima textura, é atóxica e livre de ftalato. Esta possui 17 x 4cm, é cor da pele e tem o aroma de tutti-frutti. Porém, você poderia escolher os aromas de talco, morango, uva e chocolate ou, simplesmente, escolher sem aroma. Já as cores disponíveis são muitas, tem chocolate, azul, lilás, vermelho, rosa, cristal e preto.

 

Pelo fato dele vir com vibrador, são necessários alguns cuidados para o seu uso e manutenção. A própria embalagem traz o modo de se colocar as pilhas adequadamente para que a conservação do produto seja realizada. Além do mais, veja, na imagem a seguir, a tampinha azul escrita MIN e MAX. Pois é, você controla a velocidade do vibrador dessa forma e ele é resistente à prova d’água. Tuuuudo de bom!

Para colocar as pilhas, eu sofri até pegar o jeito porque ela é realmente bem segura por ser à prova d’água – uma característica que leva pontos ao seu favor porque permite inovar ainda mais na hora de se dar prazer. Todo o manual sobre como abrir e colocar as pilhas está na embalagem do produto.

 

Agora abram alas que ela chegou, a prótese mais fodástica de todos. Digo isso porque esta é inovadora e eu vou dizer porque: a prótese a seguir é o Soft Touch Ejaculator que vem com ventosa para ser afixado em superfícies lisas, como paredes azulejadas, ampliando os modos de uso. Você está no banheiro e quer fazer uma coisinha? Prende ele na parede e manda ver!

Esta prótese, como você já deve ter percebido pelo nome, ejacula. Isso mesmo: ejacula! Ela vem com um reservatório que deve ser preenchido com um líquido da sua preferência. Após isso, com o movimento adequado, ela solta o jato para saciar o seu prazer. A ventosa, inclusive, auxilia no movimento de sucção do líquido, que pode ser água, lubrificante, leite condensado, um drink. Você quem escolhe!

Esta piroca fake master possui as cores chocolate, azul, lilás, vermelho, rosa, cristal, preto e cor da pele. Os aromas são os mesmos da prótese com vibrador.

 

O importante é que todos os vibradores vem com a sex bag, uma sacola protetora própria para armazenar e conservar o produto. Ela é pretinha e discreta para ser guardada onde você quiser. As próteses também vem embaladas à vácuo. Antes mesmo de ir para o blister, ele é higienizado e lacrado à vacuo. Isso garante mais segurança. Além disso, é possível baixar um aplicativo e, por meio da leitura pelo QR Code, você pode assistir vídeos com dicas de uso do vibrador interno  e sobre a prótese vertebrada flex. Essa assistência é maravilhosa, principalmente para quem está obtendo tais produtos pela primeira vez.

Para encerrar essa publicação-sucesso, vamos de flores. As pétalas de rosas perfumadas são apropriadas para momentos especiais. Elas são de tecido e, por isso, você pode usá-las quantas vezes quiser. A embalagem vem com 150 pétalas, logo sua cama e os caminhos até ela podem ser preenchidos de forma generosa. Vale a pena dar esse diferencial quando se trata de amor.

 

Sei que alguns produtos ainda deixaram aquela curiosidade no ar, mas, se quiser saber qualquer coisa a mais, basta deixar um comentário aqui no blog ou mandar uma mensagem pelo formulário de contato. Como sabem, eu também estou no Facebook e no Instagram, interagindo com vocês.

Quero agradecer a Adult Toys pelos produtos. Foi um prazer, em diversos sentidos, conhecer o que a marca tem a oferecer. Agora, dá licencinha, que vou ali experimentar umas coisinhas porque volúpia, aqui, nunca há de faltar!

Todo ano, a gente é pego por essas duas datas: uma dos namorados e outra dos solteiros, já que Santo Antônio é tido como o responsável por arranjar marido pra mulher que já está quase perdendo as esperanças de encontrar algum pelos meandros da vida. Entretanto, vamos pensar: o que seria a fé em um santo como temos a fé no santo casamenteiro?

Para mim, fé é uma crença. Quem tem fé, acredita. Logo, quando pedimos ao santo, consequentemente acreditamos. Mas acreditar não é um ato simples da boca pra fora, ele representa muito mais. Quando a gente acredita em algo, tiramos de nós o pessimismo que a falta de esperança traz e, assim, passamos a ser mais otimistas e mudar nossas atitudes.

A beleza, portanto, começa a surgir e, então, ficamos mais propícios a encontrar alguém. Quando essa beleza resplandece inteira, a chance de conhecer alguém com muitas afinidades é perfeita. Porém, quando essa beleza ainda está recheada de negatividades e se aparenta com desespero, a possibilidade de encontrar alguém que não a faça feliz é grande.

Eu sempre digo para as minhas amigas que querem ter um companheiro e casar: Não se preocupe, toda panela tem sua tampa e a sua ainda vai aparecer. Eu sempre peço também para canalizar os pensamentos e evitar desesperos porque isso não é bom pra si nem para o outro que vê fragilidade demais em sua imagem. Quem me conhece, sabe que não estou mentindo.

A nossa fé em Santo Antônio deve ser revertida em amor próprio. Quem se ama está mais fácil de ser amado. Para tudo, existe um espelhamento e nosso interior é quem mais está capacitado para espelhar tudo o que nele está. Não sei se você fez simpatias, orou pai nossos ou sonhou com seus desejos sendo realizados, mas digo que um coração tranquilo representa uma mente e um corpo saudáveis e prontos para quando o amor chegar.

Eu estava livremente decidida a passar minhas férias sozinha porque é maravilhoso experimentar a minha vida e a minha própria companhia. Já não faz mais sentido para mim esperar de outras pessoas uma viagem inesquecível, inesquecível mesmo é poder viver e experimentar tudo. Eu sei exatamente qual o tipo de viagem que mais me atrai e é exatamente por isso que eu não preciso mais esperar pelas pessoas, as respostas para o que eu preciso moram dentro de mim.

Então eu reservei o hotel mais aconchegante, bem na beira do mar, onde eu pudesse dormir tranquilamente e ouvir as ondas enquanto descanso e escrevo. Juro que não estava em busca de grandes novidades, queria apenas me conectar com a imensidão do mundo, e mais uma vez me dá conta de que a vida é bonita e surpreendente, nas coisas mais simples.

Comprei as passagens, reservei o hotel, e fui. Chegando lá me surpreendi porque logo abaixo de quarto que escolhi havia um restaurante todo feito de madeira, com várias cadeiras confortáveis e um cheiro delicioso que vinha da cozinha.

Subi com minha mala até o quarto e fiquei extasiada com a vista da janela, dava acesso ao mar azul e a mata atlântica verde, havia uma rede na varanda e o chão era todo de madeira. Era aproximadamente 16h quando tomei banho e decidi descer para a praia. Fiquei alguns minutos decidindo qual biquíni usar, então decidir usar o branco, pequeno e que amarra dos lados com uma minissaia e desci para a praia com um livro na mão.

Quando eu desci as escadas do quarto em direção ao restaurante do hotel tudo estava silencioso e parado, quase não havia pessoas ali, mas notei que enquanto eu descia as escadas, esfregando vagarosamente uma perna na outra, um olhar curioso me acompanhava. Ele estava no restaurante só, e ficou me olhando, até o momento que parei na praia.
Estiquei minha canga, tirei minha roupa e consertei o biquíni para que ele ficasse exatamente na marquinha que eu já tenho, enquanto eu consertava devagarinho a parte de baixo do biquíni, vi que o rapaz estava na janela do restaurante e olhava em minha direção. Simplesmente ignorei o fato e voltei a ler o meu livro.

Não demorou muito para que eu percebesse que alguém se aproximava, era ele. Sentou-se um pouco distante, atrás de mim. O lugar que ele escolheu para sentar era exatamente na direção da minha bunda, e eu me questionei se teria sido proposital ou uma mera coincidência, mas ironicamente eu não me incomodei, eu estava inteiramente sexy com aquele biquíni branco e pequeno, e ele, indiscutivelmente, não parava de me olhar.

O sol já estava se pondo, e o céu parecia uma pintura colorida ao entardecer. Por algum momento esqueci-me de tudo que estava ao meu redor e me fixei no balançar das ondas que beijavam o céu colorido. Já estava anoitecendo quando decidi voltar para o hotel, a praia estava completamente deserta, e quando me dei conta, o rapaz que sentava atrás de mim não estava mais lá, eu estava completamente só e completamente grata por aquele fim de tarde mágico.
Voltei ao hotel e antes de subir para o quarto, eu olhei rapidamente o cardápio e fiz o pedido ao garçom. Estava com muita fome e também muito cansada. Subi as escadas em direção ao quarto e percebi que a porta do quarto ao lado do meu estava entreaberta, parecia que havia chegado algum hóspede novo ali. Deitei na cama e dava para ver pela janela várias estrelas no céu, cochilei. Fui acordada com o telefone do quarto tocando, era o garçom avisando que o jantar estava pronto, só tomei um banho e desci.

Mais uma vez o restaurante estava vazio, eu sentada numa mesa, mais dois casais em mesas diferentes, uma senhora que parecia já estar de saída. Sentado numa mesa próxima a minha estava o rapaz que me olhava na praia! Ele tinha um jeito misterioso e calado, uma barba grande, e uma maneira informal e solta de se mover. Eu percebia que ele continuava me olhando e me questionava o motivo pelo qual ele ainda não havia se levantado da mesa e vindo à minha direção. Afinal, porque ele me olhava? Ele terminou de comer e saiu do restaurante para fumar um cigarro, e dessa vez a cena se inverteu. Eu sentei num banco atrás dele e comecei a admirá-lo.

Ele fumava o seu cigarro distraído e livre. Comecei a me questionar o que ele fazia ali sozinho, por que também viajava só, e porque parecia tão sereno fumando o seu cigarro numa noite fria de verão, enquanto a lua passeava no céu estrelado.

Antes que ele percebesse que eu o observava, eu subi para o quarto e fiquei da janelo olhando-o de cima. Ele terminou de fumar e subiu em direção ao meu quarto, descobri que o quarto ocupado ao lado do meu, era o dele, tive uma ideia interessante.

Esperei ele subir as escadas e então sorri em sua direção, ele não sorriu de volta, mas me olhou de um jeito que parecia saber o que queria.
– Eu estava te olhando hoje a tarde na praia tomando sol de biquíni branco, qual seu nome? – Falou se aproximando para me dá um beijo no rosto.
– Me chamo Estrela, prazer – sorri envergonhada –
A voz dele era grossa e bonita, ele tinha um jeito sério e seguro de falar, e eu me interessei por ele desde a primeira palavra que disse.
– O que você vai fazer hoje a noite? – Perguntou.
– Nada, eu estou muito cansada, quero dormir.
– Vamos sair pra beber algo juntos.

Eu estava muito cansada mesmo, mas não tinha como não aceitar a companhia dele. Ele era sedutor nas palavras, no olhar e no jeito.
– Pode ser – respondi – mas prefiro que seja aqui no quarto, é mais confortável.
Entramos no meu quarto e decidimos beber vinho, ele ligou para fazer o pedido. Conversamos durante muito tempo sobre muita coisa, eu descobri que ele era psiquiatra, e fiquei imaginando que caso eu fosse sua paciente, com certeza eu não conseguiria prestar atenção na consulta. E ficaria olhando para ele, e imaginando fazendo várias coisas. Pedro me contou várias histórias dos seus pacientes, mas eu estava impaciente para tirar a roupa dele. Eu estava completamente vidrada na ideia de ser examinada por ele, ele tinha mãos grossas, e eu ficava imaginando aquelas mãos pegando em mim, subindo pelas minhas pernas.

Comecei a passar a mão nos meus cabelos e deixei a alcinha da minha blusa cair para o lado, olhava para ele de baixo para cima, implorando que ele começasse a me beijar. Só de pensar nele tirando a minha roupa, eu já estava arrepiada, com certeza durante a nossa conversa, a minha feição mudou, eu não estava mais prestando atenção no que ele dizia, eu olhava para sua boca, seu corpo e suas mãos, dando um sorrisinho de canto.

Fui encostando a minha boca perto da dele, e sorri descaradamente, quase pedindo para que ele me arrancasse toda a roupa. Ele rapidamente não hesitou em me apertar contra a parede do quarto, e eu fiquei completamente louca! “Que vontade de ficar nua” – eu pensei -, passei a mão pelo seu short e senti algo grande, minha boca encheu d’água e não quis resistir, ele conduzia o meu corpo de uma maneira excitante, perdi completamente a noção de tempo com o seu beijo.

Ele tinha um cheiro gostoso, o corpo era delicioso e rijo, umas mãos fortes, um olhar excitante de quem me queria toda. No meio do beijo, eu o afastei de mim, porque eu estava com muito calor e caminhei em direção á janela do quarto que dava acesso ao mar. Daquela janela a noite soprava um vento fresco, e começamos a nos beijar novamente.

Enquanto nos beijávamos percebi que ele ficava louco, que sua respiração estava ofegante e pude sentir o tamanho do seu pau encostando-se a mim. Ele me apertava forte contra a parede e nós mais uma vez ficávamos completamente molhados de suor. A madrugada passava rápida e silenciosa, apenas os nossos suspiros movimentavam a noite que ia embora. Num rápido desvio de olhar pela janela me dei conta de que havia uma escada na área da frente do quarto que dava acesso à praia.

Puxei a sua mão, guiando-o para a praia. Enquanto descíamos as escadas, ele parou bruscamente e começou a me apertar, desceu vagarosamente as alcinhas da minha blusa, e beijou os meus peitos, eu gemia baixinho no seu ouvido pedindo para que não parasse, repentinamente, eu o olhei nos olhos, peguei a sua mão e coloquei entre as minhas pernas, eu estava toda molhada, então falei baixinho no seu ouvido:
– Quero você…

Chegamos até a areia da praia completamente inteiros um para o outro…

Era uma tarde interessante, resenhas a parte, fui desafiada, baixa o TINDER ai pra gente ver qual de nós leva mais curtidas dos caras. Desafio aceito, baixei o tal app (eu nem acredito nesses app), logo de cara aparece a foto de um belo jovem; dei like kkkk,  nessa hora o app diz que combinamos) aparece então a opção de enviar mensagem, aula termina saio do app e vou para o ponto do ônibus, hora de ir pra casa, chegando em casa telefone vibra… adivinha só o que era: era o jovem bonitão, sim era ele.

Boa noite ele escreveu, respondi com o coração acelerado( sem entender o porquê da ansiedade) perguntou o que eu procurava ali e o que eu esperava dos caras, muito direto e objetivo em sua busca, foi logo dizendo: quero te proporcionar muito prazer e diversão se você se permitir. Então perguntei! Você é casado ou solteiro? Ele então responde sou casado, (nossa brochei na hora) as minhas mensagens nesta hora acessaram. Tomei banho comi alguma coisa, peguei o notebook , vamos estudar um pouco né!

Celular vibra novamente, meu casamento ta mal, por isso estou aqui (disse o belo rapaz), mas como eu poderia me envolver com um cara casado! Esqueci isso por um tempo, começamos a trocar mensagens, vamos pro Whatsapp! Lá é melhor pra conversar, me deu o número do celular e adicionei logo. E então moça quer diversão ou não? Perguntou. Eu ainda com muito receio disse: não vai ter problemas com sua mulher? É nós sermos discretos no início, quando tudo estiver resolvido nada mais vai nos atrapalhar; então abri meu coração e disse a ele oque eu esperava de um homem.

Continuamos a conversa no outro dia, trocamos fotos, falamos de desejo. Marcamos então o encontro, eu na sala de aula celular vibra: venha estou na porta, disse ele: já estou saindo respondi, fim da aula saí dali sem nem saber se ele estava de carro ou que carro seria o dele, perguntei? Onde ele estava, então o encontrei. Beijinho no rosto, e ele é mesmo muito bonito mais do que nas fotos, conversamos um pouco, e finalmente chegamos ao MOTEL. Como assim: tá louca mulher? Sem muita demora nos beijamos, beijo bom… eu pequena ele alto, sentamos na cama e trocamos carícias, amassos nos seios, beijos no pescoço, correu as mãos por todo meu corpo, desamarrei o nó do macacão que eu estava usando e então lá estava eu nua!

Ele contou cada tatuagem no meu corpo e disse: são lindas e vc é mesmo pequena, arrancou minha calcinha, passou a mão em minha ppka. Pronto desmontou a mulher. Me pôs logo pra chupar, me engasguei com com ele em minha garganta, à expressão de satisfação por eu ter engasgado era nítida em seu rosto, me pôs por cima, me pôs de quatro, nossa tava bom aquele negócio, fomos pra poltrona, me pôs de quatro tapas na bunda e no rosto ( ahh como eu gosto disso) voltamos pra cama então ele goza… retira a camisinha e manda eu chupar até que não saia mais esperma, ele gosta de dominar e faz bem esse papel.

Tomamos banho e voltamos pra cama. Me chupa mais um pouco disse ele: obediente cai de boca, mais um preservativo e a ordem fica de quatro quero comer seu cu agora! Eu não muito experiente em anal estava com medo. Relaxa você nem vai sentir prometo, sachê de lubrificante uns estímulos com o dedo e então começou a penetrar(dor do caralho) mas ele sabe fazer, como um bom dominador meteu ate o fundo, nossa, dor prazer tudo misturado. Meteu mais fundo, como era nosso primeiro encontro e eu o pedi pra tirar porque estava doendo então ele tirou do meu cuzinho dolorido, fomos pro chuveiro camisinha retirada mas ele ainda não gozou! Ajoelha quero gozar na sua boca! Desci chupei e mais uma vez ele gozou, terminamos o banho nos beijamos e ele ainda demonstrava estar com tesão, mas era hora de voltar pro trabalho e eu para casa, me trouxe até perto de casa, pois eu não quero me comprometer,em meu corpo ainda o sinto e espero logo reencontrá-lo.